'Acto Clausura' marca em Assunção encerramento de expedição de nova rota bioceânica

sexta-feira, 01 de setembro de 2017 às 09h48

Para viabilizar rota, Paraguai tem que asfaltar 500 quilômetros no Chado; expedição passou pelo local e constatou situação precária da estrada (Foto: Setlog-MS)

Os empresários e autoridades que fazem parte da expedição que analisa a viabilidade do corredor rodoviário ligando o Centro-Sul brasileiro aos portos chilenos, participam nesta sexta-feira (1º) pela manhã, no Ministério das Relações Exteriores do Paraguai, de um encontro com representantes do país para discutir a proposta da rota.
Segundo o ministro de carreira das Relações Exteriores do Brasil, João Carlos Parkinson, que acompanha a expedição desde a sua saída em Campo Grande, no dia 25 de agosto, a expectativa é que as autoridades paraguaias reafirmem seu compromisso com a execução das obras que são necessárias para tornar viável o corredor.

O Paraguai, segundo participantes da rota, precisa pavimentar dois trechos, que totalizam aproximadamente 500 quilômetros na região conhecida como Chado (Pantanal paraguaio) e ainda viabilizar sua parceria de investimentos para a construção de uma ponte binacional junto com o Brasil, entre Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul, e a cidade paraguaia de Carmelo Peralta.
“Nossa expectativa é que nos reiterem que o primeiro trecho de pavimentação, entre Carmelo Peralta e Loma Plata, já está sendo licitado, inclusive com quatro empresas apresentando propostas, das quais uma é brasileira, e que o outro trecho seja licitado em breve”, comentou o ministro de carreira.

O evento, que está sendo chamado de “Acto Clausura”, porque marca o encerramento oficial da expedição, deve contar com a participação dos ministros de Relações Exteriores e de Obras Públicas e Comunicações do Paraguai, Eladio Loizaga e Ramón Jiménez Ganoa, respectivamente, do próprio ministro Parkinson, do secretário estadual de Infraestrutura de Mato Grosso do Sul, Marcelo Miglioli, e do presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul (Setlog-MS), Cláudio Cavol. A entidade foi uma das instituições que promoveu a expedição.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas

Newsletter

Cadastre-se e receba as melhores notícias em seu e-mail:

É rápido. Cadastre-se agora!

Classificados

SETLOG MS | Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS

Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS

Rua General Paulo Xavier,165 | Chácara Cachoeira - CEP: 79040-540
Campo Grande - Mato Grosso do Sul | Fone/Fax: (67) 3342-4144
setlogms@setlogms.org.br

Desenvolvido por: Youzoom