Proposta contra cobrança de inspeção veicular ganhou adesão de aliados

terça-feira, 17 de março de 2015 às 09h51

Projeto contra vistoria veicular será discutido hoje em plenário na AL/MS

Tenho certeza de que, quando eles (os deputados) analisarem que essa vistoria foi instituída em uma lei de 2002, a Assembleia Legislativa vai fazer o que é devido, e vai conceder o arquivamento?, disse
ontem (16) Azambuja à imprensa durante agenda pública em Campo Grande. A declaração foi feita na véspera da apreciação da proposta
da bancada do PT, para que o decreto legislativo que suspende a cobrança da taxa seja votado em regime de urgência.

Apesar de apresentada pela oposição, ganhou adesão de deputados aliados, mesmo depois de o governador afirmar que está em curso estudo para redu zir o valor da taxa, aumentar o
número de empresas credenciadas e alterar regras da inspeção veicular anual.

Azambuja tem a seu favor o fato de que o líder da maior bancada da Assembleia, Paulo Correa (PR), anunciou ser contra a proposta.

Votar assim é votar no atropelo e isso não é uma coisa boa?, disse o deputado na quinta-feira (12), enquanto o pedido era discutido na Casa.

Como líder do bloco parlamentar, que conta com dez dos 24 deputados, Correa será um importante aliado de Azambuja para impedir que o projeto seja votado em regime de urgência.

Mas terá que convencer seus colegas de bancada.

Pelo menos três deles, Lídio Lopes (PEN), Barbosinha (PSB) e Zé Teixeira (DEM), haviam declarado ser favoráveis a votação sem a necessidade de seguir o prazo regimental de tramitação nas comissões da Assembleia.

Líder do Governo na Assembleia, Rinaldo Modesto (PSDB) interveio na discussão, argumentando que a taxa é herança da administração anterior (a portaria do Detran que a
criou é de 30 de dezembro do ano passado, quando André Puccinelli, do PMDB, era governador), mas foi criticado pelos demais deputados.

"Se não é da gestão dele, então é só tirar, simples assim",rebateu Lídio.

A proposta de votação em regime de urgência do projeto que suspende a taxa foi apresentada na quinta-feira (12) e deve ser votada hoje na Assembleia Legislativa.

A taxa, implantada pelo Detran, é anual e obrigatória para veículos com mais de cinco anos de uso, que deverão passar pela inspeção para obter o licenciamento.

O valor varia entre R$ 103 e R$ 120.

Fonte: Correio do Estado

Notícias Relacionadas

Newsletter

Cadastre-se e receba as melhores notícias em seu e-mail:

É rápido. Cadastre-se agora!

Classificados

SETLOG MS | Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS

Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS

Rua General Paulo Xavier,165 | Chácara Cachoeira - CEP: 79040-540
Campo Grande - Mato Grosso do Sul | Fone/Fax: (67) 3342-4144
setlogms@setlogms.org.br

Desenvolvido por: Youzoom