Acadêmicos da UEMS conhecem oportunidades da Rede Universitária da RILA - Rota da Integração Latino-Americana

terça-feira, 10 de abril de 2018 às 09h55

Claudio Cavol, Presidente do SETLOG MS

Professores e Acadêmicos de diversos cursos da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) puderam conhecer as oportunidades oferecidas pela Rede Universitária da Rota de Integração Latino-Americana (UniRILA). Durante a palestra realizada na noite desta segunda-feira (9), na Unidade da UEMS em Dourados, o Reitor Fábio Edir dos Santos Costa e o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul (Setlog), Claudio Antônio Cavol, falaram sobre os desafios e as perspectivas da UniRILA para a comunidade universitária.

“A UniRILA é uma grande oportunidade para darmos as mãos, ou seja, para uma parceria entre as Universidades Brasileiras, públicas e privadas, e as empresas da iniciativa privada para partirmos para esse grande projeto, um trabalho inédito e de muito potencial na América do Sul”, afirmou Cavol.

O presidente do Setlog destacou ainda o potencial turístico da Rota de Integração Latino-americana.

“Nós teremos uma grande alavanca na área do Turismo. A RILA será a nossa ‘Rota 66’, uma rota turística que foi construída em 1926, e que cruza os Estados Unidos de Leste a Oeste”, analisou.

O reitor falou sobre os estudos e pesquisas já realizados pela UEMS, em conjunto com outras Universidades, para a implantação da RILA.

“Já está em andamento, por exemplo, o Estudo de Viabilidade para a construção da Ponte sobre o Rio Paraguai, que ligará Mato Grosso do Sul ao Paraguai, por meio do município de Porto Murtinho. Esse estudo envolve pesquisadores de diversas áreas, como Geografia, Biologia e Engenharia Ambiental, entre outras”, explicou.

Fábio Edir falou ainda sobre o processo de Internacionalização e as possibilidades de mobilidade acadêmica decorrentes da UniRILA.

“Existe hoje a oportunidade real e concreta de intercâmbio de acadêmicos, pesquisadores e técnicos administrativos entre a UEMS e as Universidades da Argentina, Chile e Paraguai que participam da Rede”, destacou.

A aluna do Curso de Turismo, Camila da Silva Campos, se surpreendeu ao conhecer as oportunidades para a área que ela pretende trabalhar depois de formada. “Ficou muito claro que, de uma forma geral, a América do Sul tem uma grande problemática de acessos devido à falta de infraestrutura. A RILA vem com a proposta de viabilizar esses acessos. Com isso, as oportunidades entram, principalmente com as no mercado de turismo, com a possibilidade do crescimento da rede de hotelaria, por exemplo”, afirmou.

Já o que chamou a atenção da acadêmica Paula Alonso Gonçalves, também do Curso de Turismo, foram as possibilidades de estágios, de pesquisas e de estudos nos países que fazem parte da RILA. “Trabalhar em projetos internacionais, estudando o desenvolvimento das cidades, o desenvolvimento do turismo e o desenvolvimento social será uma experiência muito importante para nós, acadêmicos”, explicou.

RILA e UniRILA

A RILA, também chamada de Rota Bioceânica, tem o objetivo de encurtar os caminhos entre o Brasil e os Países da Ásia e da América do Norte, fazendo um percurso que corta a América do Sul, saindo do Mato Grosso do Sul, passando pelo Paraguai, pela Argentina e chegando, assim, aos portos do Chile, que estão no Oceano Pacífico.

A oportunidade de um “caminho” que atravessa a América do Sul uniu, não apenas empresários e governos, mas também as universidades destes países, surgindo assim a Rede Universitária da Rota de Integração Latino-Americana (UniRILA).

A Rede Universitária foi constituída, oficialmente, em outubro de 2017, durante o I Seminário da UniRila, evento realizado em Campo Grande.

A UniRILA é coordenada pela UEMS e composta pelas cinco maiores Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul: Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade Anhanguera/Uniderp e Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS).

Também fazem parte da Rede, IES da Argentina, do Chile e do Paraguai. São elas: Universidade Nacional de Jujuy, Universidade Nacional de Salta, Universidade Católica de Salta, Universidade de Antofagasta, Universidade Católica do Norte do Chile e Universidade Nacional de Assunção.

A UniRILA conta com o apoio do Setlog, do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, do Conselho de Reitores das Instituições de Ensino Superior de Mato Grosso do Sul (CRIE-MS) e do Ministério de Relações Exteriores.

Fonte: UEMS - Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

Notícias Relacionadas

Newsletter

Cadastre-se e receba as melhores notícias em seu e-mail:

É rápido. Cadastre-se agora!

Classificados

SETLOG MS | Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS

Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de MS

Rua General Paulo Xavier,165 | Chácara Cachoeira - CEP: 79040-540
Campo Grande - Mato Grosso do Sul | Fone/Fax: (67) 3342-4144
setlogms@setlogms.org.br

Desenvolvido por: Youzoom